Playoffs: 1st Round

 

playoffs.jpg

Enfim, chegou a hora! Após vários meses de muita treta e confusão chegamos ao momento que separa os meninos dos homens, os Playoffs vão começar! 16 times brigam pelo tão sonhado título da NBA e a luta começa agora no 1st Round com série de 5 jogos, então vamos analisar os confrontos e ver como cada time chega pra disputa.

Série B Conferência Oeste

San Antonio Spurs 8º x 1º Phoenix Suns

Começamos com o duelo entre o corintiano macho e o corintiano gay da Liga. DQ e Nowitzki são rivais de longa data já tendo protagonizados grandes embates no passado, então podemos ter certeza que os nervos estarão a flor da pele na briga pra quem representa melhor a nação corintiana só não pode ter torcedor morto na arquibancada. Mas a verdade é que não devemos ter tanta enrolação nessa série, o Suns foi a melhor campanha do Oeste e tem não só o melhor ataque da liga como também é o time que mais pega rebotes por partida, enquanto o Spurs é o terceiro pior nesse quesito. Entre dois perímetros muito fortes, a força do garrafão do Suns com Whiteside e jogadores muito físicos como Giannis vai fazer a diferença pro Suns que deve levar fácil.

Portland Trail Blazers 5º x 4º Dallas Mavericks

Ao lado na chave temos um dos duelos mais equilibrados dos Playoffs. Blazers e Mavs foram duas franquias bem inconstantes durante a temporada e tem estilo de jogo bem parecidos. O Blazers é mais forte no garrafão e pode criar vantagem nos rebotes, mas a boa defesa de perímetro liderada por João Paredão pode complicar a vida da melhor dupla sertaneja da NBA Russell & Russell que faz da equipe de Portland a que mais cometeu desperdícios de bola no ano. O Blazers enfim saiu da maldição da oitava colocação, no entanto não escapou de uma entregada no final de ano que lhe fez perder o mando de quadra, o que deve fazer diferença pra uma franquia mais acostumada a esses momentos como o Mavs que deve levar numa série equilibrada.

Golden State Warriors 7º x 2º Minnesota Timberwolves

O GM MJ merece todos os aplausos pela grande campanha nesta temporada. Com um elenco totalmente desacreditado o Warriors surpreendeu e levantou a carreira de Eric Bledsoe e contou com grandes acertos como o novato Semi Ojeleye. Só que do outro lado tem o Timbewolves que não deve cansar muito nesse confronto, liderados pelo MVP. DPOY, GOAT supremo Kristaps Porzingis e um elenco já acostumado com decisões o Wolves deve sair do Modo Paulistão da temporada regular e entrar quente rumo ao tão sonhado título. A série em si não deve ter muita graça, mas vale pra dar aos parabéns a honrosa temporada do GSW.

Utah Jazz 6º x 3º Memphis Grizzlies

Fechando a Conferência Oeste temos duas das franquias mais dominantes da Conferência se pegando logo de cara, o atual campeão Utah Jazz contra o sempre perigoso Memphis Grizzlies. As duas equipes tiveram problemas durante a temporada, o Jazz teve que se reinventar após a saída de Westbrook e começou meio capenga, mas a chegada de Patrick Beverley (em temporada surpreendente) colocou a equipe de volta aos trilhos. Já o Grizzlies teve uma temporada bem irregular, mas deu uma arrancada no finalzinho e conseguiu um belo mando de quadra. São duas equipes cascudas ao seu modo, o Jazz tendo um dos ataques mais explosivos da Liga liderados pela dupla Bi-Campeã Harden e Jokic vai tentar acelerar o jogo, enquanto o Grizz vai tentar de todo modo deixar o jogo lento e bola na grande dupla de garrafão formada por Towns e Drummond com ajuda do croata Dario Saric. É com certeza o duelo mais difícil dessa conferência, o mando de quadra pesa, mas vamos no sempre raçudo e decisivo Jazz em 5 jogos do jeito que a torcida gosta.

Série A Conferência Leste

New York Knicks 8º x 1º Cleveland Cavaliers

Após tanta briga o Cleveland Cavaliers não perdeu o seu posto e vem novamente como a melhor campanha da Liga e mando de quadra até o final da temporada. Já o New York Knicks se envolveu numa briga bem menos glamourosa com mais derrotas do que vitórias com o Indiana Pacers, só que o time do GM MC Uéverton conseguiu perder menos e ficou com a oitava colocação. Falando do confronto, não tem muito pra equipe de New York, Uéverton cansou de perder jogos com Oladipo sozinho e movimentou a equipe recheando o elenco, mas mesmo com grandes peças como Okafor e Collins não da pra competir com os Cavs. Tendo um dos melhores times titulares da Liga o Cavaliers é bom em todas as áreas da quadra e muito difícil de ser superado, então veremos uma varrida e segue o baile.

Detroit Pistons 5º x 4º Atlanta Hawks

O já habitual confronto sardinha volta a se repetir. O GM Akeu é um freguês de carteirinha do Nicky e vai tentar lutar para mudar esse retrospecto após a varrida do ano passado. O Hawks segue a sua fórmula vencedora, mas esse ano o elenco parece estar bem mais entrosado e com harmonia. O imortal Stephen Curry segue reinando como o melhor PG da Liga e conta com Jae Crowder e Myles Turner em boa fase, fora o All-Star Mason Plumlee e um elenco de apoio bem forte ao redor. Já o Pistons teve uma temporada conturbada com milhares de lesões e uma dificuldade de achar o quinteto titular ideal, mas tem um elenco muito forte já campeão da liga liderados por Clint Capela, Batman Brandon Knight e Michael Carter-Williams. Vale salientar que o Pistons passou por alguns problemas jogando em casa Vila Belmiro não é mais alçapão e o Hawks é muito forte no Pacaembu em seus domínios. Nicky segue com a dominância e vence mais uma vez Akeu que se consolidará como o Dorival dos Managers e vai chorar por dias depois da eliminação.

Philadelphia 76ers 7º x 2º Orlando Magic

Chegamos ao confronto menos badalado dos Playoffs entre as duas equipes da Divisão mais conhecida como Série D da Liga. O desempenho do Magic foi tão aquém do esperado para um campeão de Divisão que ficou 15 jogos atrás do Cavaliers e não seria mais que sexto colocado na Conferência Oeste nem tão fraca assim né. Mas falando do duelo, o Magic durante a temporada abriu mão do brilhante Tony Wroten numa escolha duvidosa pelo pivô Jusuf Nurkic indo na contramão de toda a Liga e do basquete focando no garrafão, coincidência ou não, o time caiu muito na segunda metade da temporada. Já no 76ers, incomodado com comparações ao antigo GM da franquia, Suzete decidiu mantar geral e deixou algumas franquias na lama pelo caminho né Clippers com suas trocas. Resultado é que o time subiu muito e agora é respeitado. O Magic tem a vantagem do mando de quadra e vai tentar vencer a série na marra com seu bruto elenco. Já o 76ers tem o problema da lesão de Tyler Ulis que está fora do 1st Round e inclusive seu reserva está fora do primeiro jogo, mas esperamos alguma surpresa e vindo de um momento muito melhor, o 76ers passa por cima das adversidades e avança pra próxima fase.

Toronto Raptors 6º x 3º Milwaukee Bucks

E fechando temos o maior clássico de Playoff da história da Liga, Milwaukee Bucks e Toronto Raptors já se enfrentaram tantas vezes que nem sabemos mais quem tem a vantagem. Esses times já se conhecem muito bem, então podemos esperar um duelo quente. O Bucks vem em sua melhor temporada tendo flertado boa parte da temporada com a liderança do Leste, o feito ficou pelo caminho assim como o MVP de Anthony Davis que deve vir com sangue nos olhos pra compensar a temporada. Tendo uma das duplas mais dominantes da Liga o Bucks é sempre candidato ao título e tem uma certa urgência em conquistar o caneco antes que esse time perca o fôlego. Já no Candá ao contrário da sua tranquila civilização, o Raptors passou por muitos problemas na temporada e vem com grandes dúvidas pra esse duelo. Tivemos uma porrada de lesões na equipe que atrapalharam a sua campanha e também o dilema de ter talvez o elenco mais forte da Liga, porém um tanto quanto desconexo. O GM AFX movido pelo desejo de sempre mantar não conseguiu resolver o problema dos três armadores e nem dar uma mudada nesse time que é outro que vê o tempo passar sem títulos. Enfim, é o confronto mais tenso desses Playoffs, mas já que temos que apostar, diria que o Bucks tem que aproveitar a ausência de Zizic no Game 1 e já sair na frente, uma vitória do Raptors nesse jogo deixaria as coisas bem difíceis, o meu palpite é que o Bucks não supere esse final frustrante de Regular e tenha mais uma vez uma crise de pânico caindo frente ao forte elenco do Raptors.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s